Dicas para contratar um seguro viagem internacional

1306

Não deixe de adquirir um seguro para viagens ao exterior. Previna-se de inconvenientes e gastos exorbitantes principalmente com saúde. Contudo, ao adquiri-lo, é preciso prestar atenção em vários detalhes.

A diferença entre seguro viagem e assistência viagem
De acordo com o Instituto Brasileiro de Assistência do Consumidor (IDEC), a diferença entre eles é simples: o seguro viagem irá reembolsar as despesas que o viajante tiver e que estejam previstas na apólice; já a assistência viagem irá fornecer uma rede conveniada para que o viajante se utilize dos serviços oferecidos no contrato. Contudo, por conta da falta de regulamentação do setor no Brasil, a nomenclatura pode variar e confundir o consumidor. A solução é explicar ao corretor a sua necessidade e ler o contrato atentamente.

Verifique o que está sendo contratado
De nada adianta adquirir um plano muito barato, pois geralmente a cobertura é reduzida. Considere vários questionamentos. No caso de uma fratura ou necessidade de operação de emergência, você está amparado? E para eventuais problemas cardíacos? Caso o viajante tenha que ser transportado para o Brasil de forma especial, esse recurso faz parte do pacote?

Consulte o seu corretor
Especialistas em gerenciamento de riscos recomendam a aquisição da cobertura por meio de um corretor de confiança, que poderá detalhar cada ponto do contrato. Mesmo contando com a ajuda do corretor, é imprescindível ler o contrato com calma. Verifique o período e no que consiste a cobertura; valor da indenização; cláusulas de exclusão de cobertura ou de cancelamento; cobertura a terceiros (se houver); além de outras assistências.

Assistência bagagem
Geralmente, os seguros mais completos cobrem inconvenientes com a bagagem, como o extravio de malas. É importante entender exatamente qual é o tipo de serviço prestado nesses casos, que vai desde um simples auxílio na comunicação com a companhia área até o ressarcimento em dinheiro.

Pacote Turístico e Seguro do cartão de crédito
Os seguros ou assistências adquiridos juntamente com pacotes turísticos ou oferecidos como bonificação pelas empresas de cartão de crédito costumam ser muito básicos. Nos dois casos, peça para ler a apólice, e, se achar necessário, contrate um seguro a parte para você.

Não despache o contrato
Ande sempre com o contato do seu seguro viagem junto ao passaporte. Nunca despache com a bagagem – imagine no caso de extravio da mala. Além do contrato, ande com a carteirinha fornecida pela seguradora.

Como usar o plano?
Prefira planos com atendimento em português, pois isso lhe dará maior segurança em casos de emergência. O primeiro passo é ligar para a central de atendimento e relatar o ocorrido. A atendente dará instruções detalhadas.

Viagem de aventura
Para as viagens em que os turistas pretendem praticar esportes de aventura é necessário contratar uma cobertura adicional.

Danos a terceiros
Se você for alugar um carro, lembre-se de também considerar um seguro para o veículo, inclusive com cobertura para danos a terceiros, que normalmente não estão contemplados nos seguros de viagem.