Como alugar um carro em Orlando: regras de trânsito, seguros e dicas

1764

Em Orlando, tudo é longe… Então, não se iluda, você vai precisar de meios de locomoção o tempo todo. O problema é que o transporte público deixa muito a desejar e as corridas de taxi são caríssimas. Dessa forma, a maioria das famílias que viaja para a cidade opta pelo aluguel de carro.

Recomenda-se que o aluguel seja feito ainda no Brasil – direto nas lojas, nas agências de turismo ou pela internet. As seguradoras mais conhecidas pelos brasileiros são Alamo e Hertz, que têm unidades dentro do aeroporto, portanto você já sai de lá motorizado rumo ao hotel.

O processo é muito simples: escolha a categoria do carro, os dias que permanecerá com ele e os locais de retirada e devolução – é possível pegar o carro e Miami e entregá-lo em Orlando, por exemplo. O preço varia de acordo com a categoria selecionada, entre elas: Econômico, Compacto, Médio, Standard, Grande, Premium, Utilitário, Conversível, Luxo, Pick-up e Crossover. O econômico, mais em conta, sai por cerca de US$ 200 a semana, mais taxas.

Normalmente, o veículo é entregue ao condutor com o tanque cheio. Sobre a política de devolução, são oferecidas duas opções ao cliente: encher o tanque antes de devolvê-lo ou pagar uma taxa de reabastecimento já no ato da locação.

GPS e Cadeirinhas
Entenda que o aluguel de um GPS (US$ 70 a semana) será um dos melhores custo-benefício de sua viagem. Para bebês e crianças, as cadeirinhas custam (US$ 10 por dia). Os dois itens podem ser reservados com antecedência, junto ao carro.

Postos de Gasolina
Nos EUA, o combustível é comprado por galão, que corresponde a cerca de quatro litros. Não há frentistas nos postos de gasolina, mas o processo é fácil: pare o carro ao lado de uma bomba; vá até a loja de conveniência e informe o número da bomba e quanto deseja abastecer; pague (com cartão de crédito ou dinheiro) e volte para o carro; com a bomba já liberada, abasteça o veículo.

Seguros
Ao retirar o carro no posto da seguradora, os atendentes vão tentar convencê-lo a adquirir todos os seguros possíveis. Estude com antecedência, ainda no Brasil, qual deles pretende adquirir. Siglas e regras podem mudar de acordo com a locadora, então é importante se informar sobre seguros antes mesmo de efetuar o aluguel do veículo.

Na Alamo, por exemplo, o Collision Damage Waiver – CDW (US$24 99 por dia) cobre danos, perdas e roubo do veículo. Já o Expand Protetor – EP (US$ 12, 44) oferece cobertura entendida para danos físicos e materiais causados a terceiros. O Roadside Assistance Protection – RAP (US$ 4,99) é um serviço bem bacana de auxílio 24 horas: substituição de chaves perdidas, reboque, troca de pneu, partida de motor com auxílio de bateria e abastecimento emergencial. Consulte também o seu agente sobre o PAI/PEC, seguro contra acidentes pessoais e cobertura para bens pessoais.

Particularidades e Regras de Trânsito
Os carros são automáticos. Se você não tem familiaridade com esse sistema, convém adquirir e ser bastante cauteloso.

Sobre as regras de trânsito, algumas são bastante específicas: se chover, ligue o farol baixo. No semáforo é permitido dobrar à direita após uma parada mesmo que o sinal esteja fechado, desde que não venham carros ou pedestres – essa regra não vale para ruas sinalizadas com a placa NO TURN ON RED.

Multas
As multas de trânsito são aplicadas contra o condutor – não se baseiam, portanto, na placa do carro. Ao avistar um infrator, o policial persegue o veículo e o faz parar, depois aplica a multa, que deve paga seguindo orientações impressas.

Para multas de estacionamento, o funcionamento é diferente. O ticket é emitido pela placa e fixado no para-brisa do carro. O condutor deverá efetuar o pagamento, caso contrário, mais cedo ou mais tarde a locadora debitará o valor corrigido do cartão de crédito arquivado.

Outras Dicas

  • O locatário do veículo deve ter mais de 21 anos. Para condutores com menos de 25 anos é cobrada uma taxa adicional diária;
  • Tenha sempre moedas e dinheiro trocado no carro, para o caso de ser surpreendido por algum pedágio;
  • Ainda sobre pedágios, pergunte ao atendente sobre o programa SunPass, um tipo de Sem Parar;
  • Para aqueles que pretendem contratar um seguro viagem além do automotivo, analise as apólices para não adquirir coberturas similares e, dessa forma, pagar duas vezes pelo mesmo produto;
  • Algumas empresas de cartão de crédito oferecem cobertura básica ao veículo locado, desde que a negociação seja paga com o cartão. Telefone e peça informações.