50 dicas da Disney e de Orlando que eu daria para um amigo

11065

1. Você desembolsa 17 dólares por dia nos estacionamentos dos parques da Disney. Caso visite dois parques no mesmo dia, não será necessário pagar duas vezes, mas, para isso, guarde o comprovante.

2. Dar um ‘sambarilove’ e estacionar o carro ‘pertinho’ dos parques para não pagar nada está fora de cogitação. Não existe. Aliás, até os estacionamentos oficiais são distantes das entradas dos parques, tanto que você pega um trenzinho para chegar até a portaria.

3. Os estacionamentos dos parques são gigantescos. Para não se perder na hora de voltar, tire uma foto com o celular da placa indicativa. E mais: olhe para os pneus do seu carro, no asfalto estará o número exato da sua fila.

4. O aluguel de carrinhos de bebê na Disney é pago por diária: 15 dólares o individual e 31 dólares para gêmeos. É permitido entrar com o próprio carrinho nos parques. No Walmart, um carrinho de bebê custa a partir de 28 dólares.

5. A partir da bilheteria, você pode chegar ao Magic Kingdom de duas formas: de trem (monorail) ou de barco (ferry boat). O monorail é rápido, mas o ferry boat é lindo – o barco proporciona vistas memoráveis, como o surgimento do Castelo da Cinderela no horizonte (assista aqui)

F2-27_97-742x498

6. Em todos os parques da Disney há um Baby Care Center, onde os pais podem esquentar papinha, trocar fraldas e descansar com o bebê.

7. Vai levar secador, chapinha, carregadores em geral para Orlando? Saiba que este aí da foto é o modelo de tomada americano, portanto, providencie adaptador também.
american-plug_318-310008. Orlando é úmido e geralmente quente. Bate aquele climão de praia, sabe? Capriche no protetor solar e use roupas leves. Para os passeios nos parques, considere levar na mochila um boné e beba bastante água.

9. Dizem que o seguro morreu de velho. Na dúvida, eu também levaria um chinelo muito confortável, tipo havaianas, e uma malha leve, pois à noite pode rolar um vento gelado.

10. Ainda sobre o tema mochila: muitas pessoas carregam roupas, garrafas de água, lanches e outras tralhas. Para se livrar do peso nas costas, você pode alugar armários – o uso do compartimento grande sai por 10 dólares a diária. Com grana no bolso? Então saiba que a Disney vende de tudo nos parques: protetores, toalhas, chinelos, bonés, roupas…

11.Pau de selfie’ é proibido na Disney, totalmente barrado na revista da portaria. Também não pode entrar com facas, objetos cortantes, vidros, skates, tênis de rodinhas e comida para picnic.

baloes

12. É proibido alimentar os animais no Animal Kingdom, exceto nas atrações em que os próprios funcionários fornecem comida apropriada para os visitantes darem aos bichos.

13. Em tempo: comer ao ar livre em alguns pontos do Animal Kingdom é meio chato, as aves costumam rodear em busca de snacks.

14. Para os seus pés sobreviverem, tente intercalar os dias nos parques com dias de passeios mais relaxantes ou parques aquáticos – o Discovery Cove é o mais tranquilo e exclusivo deles.

discovery

15. Não tive boas experiências com frutas nos hotéis, porém nos supermercados, especialmente no Whole Foods, há frutas ótimas e opções de comida saudável.

16. Ainda sobre alimentação, essa história de só comer hambúrguer não existe. Você encontra restaurantes ótimos dentro e fora dos parques, basta se planejar – e, no caso da Disney, reservar. Se bater um desejo de comida brasileira, sem problemas, também tem.

17. Mas se você é apaixonado por hambúrguer, vai fazer a festa. Dá uma olhada nessas opções de respeito aqui.

18. Dá para casar tranquilamente Orlando + Cruzeiro Disney. O incrível Disney Dream sai de Cabo Canaveral, pertinho de Orlando. Uma van busca os passageiros nos hotéis da Disney ou no aeroporto, que, é bom saber, comporta um ótimo Hyatt.

1113bz_0763dr_01446_orig1-742x493-696x462

19. Informação essencial: o sistema fura-fila da Disney é gratuito e se chama Fast Pass+. Com uma entrada válida para o parque e registro on-line no site My Disney Experience ou no aplicativo móvel, você estará pronto para começar a agendar em quais brinquedos deseja entrar sem filas. É permitido agendar até 3 atrações por dia.

20. Os agendamentos do Fast Pass+ abrem com 30 dias de antecedência, mas os hóspedes Disney levam vantagem, pois podem agendar com 60 dias de antecedência. Ao comprar ingresso de agentes de viagem, tenha certeza que estará com os ingressos (ou os códigos deles) em mãos com a antecedência necessária para realizar seus agendamentos.

21. Muita gente não sabe, mas é possível agendar Fast Pass+ para outras atrações além dos brinquedos. Exemplo: assistir aos fogos em local privilegiado; encontro com personagens e ver as paradas em área reservada.

paradas

22. Para se divertir de bar em bar ao redor do mundo, siga para a área World Showcase do EPCOT. Encontre ótimas cervejas e vinhos de todas as partes do mundo nos pavilhões temáticos. Aproveite para reservar um restaurante da nacionalidade de sua preferência.

23. As reservas para restaurantes da Disney também são feitas pelo sistema My Disney Experience, mas não é necessário ter ingressos em mãos. Com seis meses de antecedência, as reservas para os restaurantes mais concorridos – geralmente refeições com personagens – já são liberadas.

24. O aeroporto de Orlando é enorme. Para se ter ideia, é preciso pegar um trem (monorail) até o prédio principal de saída. Então, saiba que você perderá algum tempo no desembarque.

25. Ainda sobre o aeroporto, o uso do carrinho de bagagens é pago, custa cerca de 5 dólares.

26. No avião, ao final da viagem, os comissários distribuem um formulário alfandegário, que deverá ser entrega na imigração. Para facilitar a vida, leve uma caneta e os dados do hotel com você – endereço, telefone, etc.

27. Os supermercados Walmart e Target vendem produtos licenciados de personagens como fantasias, roupas e brinquedos. Porém, verdade seja dita, os itens vendidos nos parques são mais charmosos, customizados… e caros.

28. Para escolher um carro de aluguel, não considere apenas o número de passageiros que ele comporta, mas também o número de malas. Vai dirigir? Algumas regras de transito são diferentes das nossas. Dá uma olhada nesse post aqui.

29. Vários hotéis cobram por wifi e estacionamento, fique esperto na hora da reserva. Na Disney, a internet é liberada.

30. Leve uma nécessaire de medicamentos. Uma vez em Orlando, pode ser necessário passar por consulta para adquirir determinados medicamentos. Quem toma remédio controlado deve levar o medicamento e a receita controlada (via do paciente), para o caso de alguém implicar.

31. Indo pela segunda vez? Há muitas coisas legais para fazer em Orlando, neste link você conhece passeios baratos ou gratuitos. E neste outro link é possível pesquisar eventos especiais mês a mês – os jogos da NBA são fantásticos.

32. Visitar a Disney lotada é uma frustração tão grande que nem Fast Pass+ salva… Muita gente insiste, eu acho horrível. É sempre melhor se programar para ir nos períodos mais tranquilos. Se você odeia muvuca, veja aqui quando não ir.

33. Mamães prevenidas podem levar tabletes com os filminhos que as crianças curtem assistir antes de dormir, pois na TV… só programa em inglês, claro. Veja aqui mais dicas para quem viaja com os pequenos.

34. Você pode conhecer os hotéis da Disney mesmo se não estiver hospedado neles – os restaurantes, por exemplo, são abertos aos clientes em geral. Na época de Páscoa e Natal vale ir ao lobby do Grand Floridian e conferir a decoração especial.

GF1-742x499

35. A ‘Single Rider’ é uma opção para otimizar o tempo (pelo menos um pouco) na fila. Nela entram apenas pessoas que estão sozinhas e não se importam em dividir o carrinho com desconhecidos. Em certo momento, as pessoas ‘sozinhas’ são separadas das outras e seguem um fluxo mais ligeiro.

36. Escolha uma noite para conhecer a Downtown Disney. Com acesso livre a todos, o centro de diversões oferece restaurantes incríveis, lojas de babar e muitas atrações como pistas de boliche, o Cirque du Soleil, apresentações musicais…

37. Escolha outra noite para jantar no BoardWalk. São 27.000 metros quadrados de lojas, restaurantes e barzinhos. A vista deste local é linda e ainda há performances de diversos artistas ao ar livre.

38. Quando o assunto é passeio, muita gente pergunta sobre Celebration. Sinceramente, eu não acho nada demais. Até pode ser legal observar as casas dos ricaços e tomar uma cerveja em suas calçadas arborizadas, mas não passa muito disso.

39. No hotel, é prudente guardar os itens maiores (compras, objetos..) dentro da mala e trancá-la com cadeado. Para completar, ainda guardo a mala dentro do armário. Os pertences menores podem ficar no cofre.

40. Várias pessoas levam cupons para Orlando e não usam. Porém, recomendo especialmente o uso de dois:
– Macy*s: oferece um cartão de descontos exclusivo aos estrangeiros (cerca de 10%). Para retirá-lo, basta apresentar o passaporte no ‘Guest Relations’.
– Bed Bath & Beyond: você se cadastra no site da Bed Bath & Beyond e recebe por e-mail um cupom de 20% de desconto sobre qualquer item adquirido nas lojas físicas.

41. As praias pertinho de Orlando são legais, mas não paradisíacas. Para curtir uma praia maravilhosa, dirija um pouco mais até Clearwater, que é banhada pelo mar do golfo.

clear-696x45342. Primeira visita ou aniversário na Disney? Passe no Guest Relations de qualquer um dos quatro parques e retire o seu button gratuito.

button

43. Para falar com o Brasil pelo celular sem falir, a dica é comprar um chip internacional pré-pago. Se deixar para a última hora, diversos caixas eletrônicos em Orlando – como na Downtown Disney – vendem chips pré-pago para ligações internacionais.

44. Recomendo fortemente um café da manhã no Panera Bread. Os pães são frescos, feitos no dia, em diversas versões: doces, salgados, recheados, com cobertura e baguetes. Os cafés especiais pedidos no balcão são ótimos – um alento para quem não aguenta mais tomar a bebida fraca, ao estilo americano. E tem também sucos, chás e achocolatados e tudo mais que uma autêntica padaria pode oferecer. Escolha a unidade que fica no ‘The Loop’ (3208 North John Young Parkway – Kissimmee, FL 34741) e aproveite para fazer compras por lá logo cedo.

10420371_10152829520699629_5710261314646788133_n

45. Não se iluda, os shoppings centers de Orlando são caros, como em qualquer lugar do mundo. Para comprar barato prefira os supermercados, outlets ou as lojas promocionais.

46. A mais nova atração de Orlando é a I-Drive 360, que comporta uma roda gigante panorâmica, um aquário imersivo e o museu de cera Madame Tussauds. Não deixe de visitar.

11393055_383814355142366_3261747017033697161_n-696x462

47. Ao se hospedar em um hotel da Disney, não estranhe as esculturas divertidas feitas pelas camareiras, esse é um jeito simpático de divertir os hóspedes. Muitas vezes, acessórios deixados em cima da cama (como óculos de sol e lenços) são usados nas esculturas.

cama

48. A Disney oferece hotéis econômicos, dá uma olhada neles neste link. E aqui você confere todos os benefícios dos hóspedes do complexo. Vale a pena considerar, dependendo do perfil da sua viagem.

49. A maior loja da Disney do mundo fica em Orlando. Com quatro mil metros quadrados, a World Of Disney fica no centro de diversões Downtown Disney. São 12 setores lotados de produtos e presentes customizados com Mickey e sua turma.

50. Na área comum do aeroporto você encontra lojas da Disney, Universal e Sea World – preço de parque, nada econômico. Ah, e o Duty Free de Orlando é uma decepção: pequeno e sem graça.

VEJA TAMBÉM: COMO VIAJAR MAIS BARATO PARA ORLANDO